Paradoxo de um Presidente

O paradoxo de um Presidente

Mike Schiavo casado com Terri Schiavo desde 1882. Em 1990, Terri teve um enfarte, tendo morte cerebral, passando a se alimentando por tubos, mecanicamente. Em 1997, Mike entrou na justiça, com pedido para interromper essa alimentação mecânica, pois sua esposa, não mais vivia, estava vegetando. No dia 18 de março de 2005, o Juiz James Worthmore da Flórida, julgou procedente o pedido e autorizou a retirada do tubo de alimentação que mantinha Terri vegetando.

No dia 19 de março (Sábado), os senadores revoltaram-se com a decisão do Juiz James e interromperam o recesso parlamentar da páscoa, convocando todos os senadores para fazer uma lei de urgência, que pudesse evitar a retirada do tubo que mantinha Terri naquele estado vegetativo. O presidente George W. Bush, estava viajando pelo Texas, quando soube do caso Terri. No dia 19 de março (domingo), Bush, antecipou seu retorno para Washigton, afim de, sancionar a lei de emergência específica, que proibia a retirada to tubo de alimentação que estava mantendo Terri Schiavo vegetando há 15 anos.

Essas atitudes dos senadores e do presidente Bush, foram para mostrar ao mundo religioso, a bondade de seus corações, diante de uma vida humana, vida que é um presente de Deus. Os católicos, os evangélicos e o Papa, ficaram encantados por saber que existiam pessoas, como os senadores e o presidente, com tamanha nobreza da alma, elogiaram a magnitude das almas destes grandes defensores da humanidade

Veja o paradoxo: 
Esses mesmos senadores e o próprio presidente George W. Bush, em 23 de março de 2003, autorizaram a invasão do Iraque, matando, alem dos iraquianos, crianças, velhos e mulheres, dizimando famílias, numa luta desigual, em que valia “o fim justifica os meios”, ou seja, o importante é tornar o Iraque um país democrático. Até hoje, agosto de 2006, esses senhores, mantém no Iraque, cerca de 150.000 soldados, com a missão de matar quem atravessar o seu caminho de conquista.

Como explicar um paradoxo de tamanha proporção?
Assim conforme o nível de estado de consciência do leitor, analisará os comportamentos desses homens que se julgam paradigmas da espécie humana.

Charrir Kessin de Sales –OJÉNNA

Santos 12 de agosto de 2006

Editado por – Charrir em 12 Agosto 2006 01:40:53

Este post foi lido 308 vez(es).

Este post foi lido 308 vez(es).