O Nascimento de Jesus

[A sigla U.A.C. (Ab Urbe Condita) significa a data da fundação
de Roma, que por tratados religiosas, deveria ter os
dias das semanas iguais ao ano 1 de nossa era, assim
o U.A.C. passou a ser considerado o ano 753aC.

Josephus fala que ocorreu um eclipse da Lua, pouco antes da morte de Herodes. A Astronomia confirmou que tal eclipse realmente ocorreu em 12 ou 13 de março do ano 3aC
Assim Herodes, deve ter morrido antes da páscoa daquele ano, a qual caiu em 12 de abril, (Josephus, Ant., IV, 4; VIII, 4).
Com estes dados, concluímos que Herodes morreu em 3aC.
Herodes, mandou matar as crianças que tinham até dois anos de idade, para garantir a morte daquele que nasceu para ser o Rei dos Judeus.
Josephus fala que Herodes deu a ordem da matança muito antes de morrer, assim, Herodes deu a ordem da matança das crianças, entre os anos 3aC. ou 4aC (um ano ou dois, antes de sua morte), e que Jesus estava próximo dos seus 2 anos.
Com estes dados, podemos supor que, Jesus pode ter nascido no ano 5aC. (2 idade de Jesus + 3 ordem da matança) ou 6aC .(2 idade de Jesus + 4 ordem da matança).

Monge Dionísio viveu em Roma entre os anos 500 e 545, traduziu do grego para o latim diversas obras eclesiásticas. Ao elaborar a tabela das Páscoas para uma série de anos, como ainda não existia, a data do nascimento de Jesus, o monge Dionísio, o Pequeno, publicou nesta tabela, pela primeira vez, a data de 25 de dezembro de 753aC (fundação de Roma) como o ano 1 da era cristã, usando o critério que, os dias das semanas deveriam corresponder ao mesmos dias das
semanas do ano da Fundação de Roma, assim o ano 1 ficou com os dias das semana iguais ao do ano 753aC. da fundação de Roma.

Anos da fundação de Roma…..753….754….755….756…757
Anos da Era Cristã………………….1……..2……..3……..4…….5
Por isso, há diferença nas referências como os dados históricos do Evangelho segundo Mateus e do Evangelho segundo Lucas.
St. Mateus (2, 1) diz que Jesus nasceu;
“nos dias do reinado do Rei Herodes”.
Josephus (Ant., XVII, XVIII, 1) informa que;
Herodes nasceu em 73 a.C. e morreu após reinar por….
37 anos de poder (coroado rei da Judéia).
34 anos de fato (tomada de Jerusalém).
Herodes foi coroado Rei da Judéia em 39aC.(no poder)
Nessa passagem, Herodes morreu no ano 2aC.(39 – 37)
Reinou de fato, após a tomada de Jerusalém no ano 36aC.
Nessa passagem, Herodes morreu no ano 2aC.(36 – 34)
Com estes dados, concluímos que Herodes morreu em 2aC..

Os três Reis Magos vincularam o nascimento de Jesus ao aparecimento de uma estrela gigante com o seu máximo esplendor no dia. Este fato era comum naquela época vincular algum acontecimento a fenômenos celestiais, no caso, deram o nome de estrela de Belém.
Estudos astronômicos, confirmaram que houve três conjunções de Júpiter com Saturno, durante os dias 15 a 23 de setembro do ano 5aC, fenômenos que ocorrem a cada 139 anos, assim o Planeta Júpiter, teve sua máxima aproximação da Terra no dia 19 (dia do meio) de setembro daquele ano, coincidindo com a descrição da estrela de Belém relatada pelos Reis Magos.

Mateus nos diz que, Jesus nasceu na gruta de Belém.
Lucas nos diz que, a anunciação do nascimento de Jesus, foi feita pelo anjo em Nazaré e de lá a família viajou para Belém.
Jesus não nasceu em Belém, na Judéia, e sim, em Nazaré, na Galiléia, norte de Israel. Os inspirados, por interpolações escolheram Belém para ser a terra natal de Cristo, porque era a cidade do Rei Davi e também porque, estavam nas Escrituras Hebraicas, que o messias deveria nascer em Belém.
José era de Nazaré, o seu trabalho era cobrar impostos.
A história da gruta para o nascimento de Jesus, é mitológica e as viagens de idas e voltas de Nazaré a Belém, são ficções, também interpolações dos intermediários, para ajustar o nascimento em Belém.
Diante dos dados, podemos concluir que, Jesus nasceu em Nazaré, em 19 de setembro do ano 5aC…isto mesmo. Jesus nasceu antes de Jesus bíblico.
Já deveríamos estar no ano 2013.
No entanto comemora-se o aniversário de Jesus, em 25 de Dezembro.

Em 340, durante o pontificado do Papa Júlio I (papado 337 a 352), seu auxiliar São Crisóstomo, fez um levantamento sobre o fluxo de fiéis aos santuários e descobriu que estava aquém, das perspectivas. Consultando a Astronomia e os entendidos foi informado que setembro, não é período de férias escolares e também não é período de alta estação, logo o fluxo de fiéis nesta época, será sempre pequeno, Para melhorar o fluxo, terá que optar por uma estabilidade do tempo e período de férias escolares, condições só encontradas nos períodos antes e depois do solstício de inverno (25 de dezembro). São Crisóstomo, com estes resultados, sugeriu então, ao Papa Júlio I, que concordou com a idéia da data, não só por ser o solstício de inverno, mas também, por coincidir com festas pagãs do Oriente e Europa, Assim foi concebida a data, 25 de dezembro, para o nascimento de Jesus, cujos resultados foram excelentes, dado o grande fluxo dos fiéis, aos lugares sagrados, nessa época.
Parece incrível, mas só no ano 1278 da fundação de Roma, ou seja, no ano 525 da Era Cristã (1278 – 753 = 525) , foi que o Papa João I, (papado 523 a 526), tornou oficial, em definitivo, a data 25 de dezembro, para o nascimento de Jesus.

Como as referências cronológicas eram baseadas, ora pela data de fundação de Roma, estabelecida por Varrão, ora pela era de Diocleciano, ou dos Mártires, o monge grego Dionísio, o Pequeno, escritor eclesiástico, que traduziu do grego para o latim, as Decretais dos concílios, resolveu estabelecer, especificamente para os cristãos, uma era que tivesse como ponto de partida, a data de nascimento de Jesus. Em 525, com a confirmação da data, pelo Papa João I, Dionísio determinou que o ano 1, referenciando o ano de 753aC., como o ano da fundação de Roma, seria o marco da era Cristã.
Por incrível que pareça, o ano 1, como marco da Era Cristã, demorou muito tempo a ser usado; em 705, na Inglaterra. em 742 na França, em 876 na Alemanha e em Portugal, somente em 1422, durante o reinado de D. João I.

Nota:
Para saber quem foi Jesus, veja meu artigo DeusYHWH e
os Enigmas, lembrando sempre, que não sou dono da
verdade.

Charrir Kessin de Sales – OJÉNNA

Salvador 15 de novembro de 2007/08

[/font=ArialTextText

Este post foi lido 312 vez(es).

Este post foi lido 312 vez(es).