Relógio Biológico Humano

Relógio Biológico Humano

              As Etapas do Relógio Biológico na Trajetória da Vida.

O comportamento humano no mundo físico deverá obedecer ao Relógio Biológico, com sete instâncias, tendo de sete ou quatorze cada, conforme descrito abaixo:

Nota 1 – Até aos vinte e oito anos, deverá ter todas as liberdade estruturais

de aprendizado & responsabilidade, com erros e acertos de profissões,

para as futuras realizações dos 100% (cem por cento) de seus objetivos,

que deverão ser encontradas “fora de si”, no mundo externo, nas coisas

do mundo físico.

 

Nota 2  – Após aos oitenta e quatro anos, deverão ter virtudes e atributos

Encontrados “dentro de si” 100% (cem por cento) das Realizações no

mundo interno (espirituais), isto porque, com esta idade, todas as

realizações do mundo externo, já deveriam ter sido realizadas.

 

Nota 3 – cada ano, a partir dos vinte e oito anos e até aos oitenta e

        quatro anos, de idade, o ser humano deve crescer “dentro de si”,

(mundo interno) cerca de 2% (dois por cento) de virtudes espirituais, e

decrescer “fora de si” (mundo externo), cerca de 2% (dois por cento),

das coisas matérias do mundo físico,  do “script” da Trajetória da vida.

 

1a. – Etapa   –    sete   anos

Do nascimento até aos sete anos, o ser humano é apresentado ao

mundo físico, em que deverá  viver. Nesta fase o ser humano (o anjo),

analisa o lugar e a família com a qual irá conviver, caso não concorde,

programará, por si próprio, a sua volta..

 

2a. – Etapa    –    sete  anos

Dos sete aos quatorze anos, o ser humano, deverá viver seu período

de adaptação e receber os primeiros ensinamentos para assimilar a

responsabilidade dos deveres e conhecer os direitos no convívio familiar.

 

3a. – Etapa    –    quatorze   anos

Dos quatorze aos vinte e oito anos, é a fase da maior potencialidade

de aprendizagem do ser humano. Nesta fase deverá aprender a usar todo

seu potencial, com responsabilidade, para criar e desenvolver a estrutura

de suporte, que possa, primeiro cumprir seus deveres com competência, e

assim, conquistar seus direitos, com seus méritos nas realizações

profissionais.

 

4a. – Etapa   –     quatorze  anos

Dos vinte e oito aos quarenta e dois anos, o ser humano, deverá por em

prática seu aprendizado, com responsabilidade, mostrando seus méritos

nas realizações profissionais, justificando cerca de 70%(setenta por cento)

das coisas alcançadas nas suas realizações culturais, profissionais e

econômica no mundo físico, sendo respeitado por todos por ter adquiridos

estes direitos com dignidade, o que permite usufruir uma independência

econômica, que está garantindo uma boa qualidade de vida, levando em

consideração, também, o que é muito relevante nesta fase da vida, a

preocupação de continuar a desenvolver “dentro  de  si”, as virtudes

necessárias, para assegurar cerca de 30% (trinta por cento) das

realizações do seu mundo interno.

 

5a. – Etapa    –    quatorze  anos

       Dos quarenta e dois aos cinqüenta e seis anos o ser humano, deverá

ser consciente para monitorar os disponíveis, 40% (quarenta por cento),

de todas as coisas necessárias, “fora de si”, para complementar suas

realizações culturais, profissionais e econômica no mundo externo (físico),

levando em conta que deverá procurar desenvolver “dentro de si” as

virtudes necessárias nas suas realizações do mundo interno, para

alcançar 60% (sessenta por cento) do “script” da Trajetória da vida.

 

6a. – Etapa   –  quatorze  anos

Dos cinqüenta e seis aos setenta anos, o ser humano deverá ter

Virtudes e Atributos e alcançado, cerca de 90% (noventa por cento) das

Realizações do seu mundo interno e ser consciente de só dispor de 10%

       (dez por cento) para finalizar as coisas necessárias para as últimas

realizações culturais, profissionais e econômica no mundo externo (físico),

sabendo que o mais importante agora é o mundo interno, “dentro  de  si”,

com a ótica voltada para os conhecimentos Transcendentais, necessárias

para as suas avançadas realizações no mundo interno (espirituais).

 

7a. – Etapa   –  quatorze  anos

Dos setenta aos oitenta e quatro anos, o ser humano, já deverá ter

atingindo a meta dos 100% (cem por cento) das realizações do seu

mundo interno, com ATRIBUTOS e Virtudes. Já ter conquistado tudo que

for necessário para  suas realizações no mundo externo (mundo físico),

de modo que, a partir  dos oitenta e quatro anos, o ser humano, só

deverá se interessar nas virtudes de suas realizações no mundo interno

(espiritual), já que, com esta idade, não terá mais fôlego para lutar em

busca de mais realizações materiais no mundo físico.

 

Salvador 11 de agosto de 2018

 

Charrir Kessin de Sales – OJÉNNA

Este post foi lido 273 vez(es).

Este post foi lido 273 vez(es).