Reflexões sobre a Bíblia

Olá amigos leitores, eis-me com mais um artigo cruel.
Abraços…charrir

Reflexões sobree a Bíblia

1 – Quando o Ser Humano admite que sua mente pode assimilar (processar) tudo que lhe é transmitido, seja oral ou escrito, sem questionar, para discernir o que é certo ou o que é errado, está recusando a receber de DeusYHWH, o presente da inteligência, que o torna diferente do animal irracional.
Sem inteligência, o ser humano permanece animal.

2 – Os livros que compõe a Bíblia levaram 1050 anos, de 910aC a 140dC., para serem concluídos. passando por 217 gerações, sendo 145 vias orais e 72 vias escritas.

3 – A Bíblia foi escrita, a pedido do Papa Dâmaso I, por São Jerônimo (347 – 419), copiando o Velho Testamento da Septuaginta com 42 livros e introduzindo o Novo Testamento com 16 Evangelhos:
4 canônicos; Matheus, Marcos, Lucas e João –
4 Gnósticos; Barnabé, Bartolomeu, dos Ebonitas e Tomé –
8 apócrifos; Nascimento de Maria, Infância de Jesus, Tiago, dos
Egípcios, Nicodemo, dos Hebreus, Pedro e dos Doze).
Mais 21 cartas e 2 narrações, num total de 81 livros.
São Jerônimo, só escreveu 69 livros, considerou apenas os 4 evangelhos canônicos, os outros 12 evangelhos ficaram como apócrifos, acrescentando de sua autoria, os Livros; I Reis, II Reis e o Livro de Esdras. Começou a escrever na Palestina em 383 e terminou em 386, com o título de Vulgata, toda escrita em latim, que mais tarde passou a chamar Bíblia Sagrada. Logo os textos do Novo e do Velho Testamento, foram traduções, do Grego Septuaginta, para o Latim (Vulgata, a Bíblia atual),

4 – A palavra “Bíblia” para designar os livros que compunha as Escrituras Sagradas e a seleção dos 42 nomes, entre os 232 existentes que deveriam ser Considerados “inspirados” como autores dos Livros sagrados da Bíblia, foram definidos no Concílio Rabínico de Jâmnia no ano 90

5 – Quando foi escrita, A VULGATA em 386, não existiam vogais e foi reproduzida em diversos materiais, de acordo com a época e cultura das regiões, utilizando peles de animais, papiro recém inventado, pranchas de barro, e até mesmo cacos de pedaços de barro queimado, folha de palma, osso, etc.

6 – Até o ano 960, no fim do período gaônico (609 a 1034), não existia vogais, as palavras eram escritas só com consoantes, e a pronúncia era de difícil fonética, isto levou o massoreta dos Tibiríades, Aarão ben Mosché ben Ascher (919 – 1001), a criar um sistema de vogais, para interpolar às consoantes, tornando mais fácil a fonética e a compreensão das palavras.

7 – Até o ano 705, os monges mais cultos, chamados copistas, reproduziram os textos sagrados, tanto do Velho e do Novo
Testamento à mão, interpolando alguns trechos, segundo as conveniências da doutrina e os costumes do povo da época. Alterando, não só o Novo, mas, também o Velho Testamento.

8- Partes do Gênesis teriam sido criadas por teólogos, entre eles Santo Agostinho (354 – 430).

9 – Não existe no Velho Testamento Judaico, o conceito de pecado original, como está na nossa Bíblia, como história pecaminosa no princípio da humanidade.

10 – Do século II ao século XV, todos os escritos religiosos existentes, estavam nos conventos.

11 – A divisão em capítulos foi introduzida em 1227, pelo professor universitário, Stephen Langton, (1169 – 1228), que fora eleito Arcebispo de Canterbury, em 1205.

12 – As divisões em versículos foram introduzidas em 1551, pelo impressor parisiense Robert Stephanus. Os objetivos dessas divisões eram facilitar as consultas e as citações Bíblicas, de um fiel para outro e tiveram muita repercussões entre os religiosos Cristãos, que aceitaram sem relutância, inclusive os judeus.

13 – Foi a primeira obra impressa, em 1461, quando Johann Gutenberg (1400 – 1468), inaugurou seu prelo manual, recém inventado, utilizando os escritos do Bispo Mazarin, denominou “Bíblia Mazarina”, a publicação despertou interesse em toda comodidade católica da época.

14 – A primeira tradução da Bíblia, para o português, foi feita em 1719, por João Ferreira de Almeida (1628 – 1720) e a primeira Bíblia impressa em nossa língua, foi em 1748.

Salvador, Janeiro, 2007

Charrir Kessin de Sales – OJÉNNA
Tel (71) – 3248-1662

Editado por – Charrir em 11 Janeiro 2007 02:40:36

Este post foi lido 318 vez(es).

Este post foi lido 318 vez(es).