Considerações Sobre o DNA

Ola amigos eis mais um artigo polêmico. Abraços…charrir
Considerações sobre o D. N. A.
Desoxirribo.Nucléico.Acido

Para compreender a importância do DNA na formação do indivíduo na humanidade, devemos conhecer como funcionam os cromossomos e para conhecer as funções dos cromossomos, teremos que estudar os Células.
Mas o que é a Célula?
Em 1665, Robert Hooke (1635 – 1703), astrofísico, matemático e biólogo inglês, em suas pesquisas descobriu nos tecidos o que chamamos de célula.
Em 1667, Nehemiah Grew (1641 – 1712), botânico inglês, e Malpighi, biólogo italiano, descobriram que tanto os vegetais como os animais possuem uma base estrutural comum, que é a célula.
Em 1809, Lamarck afirmava que um corpo só terá vida se suas partes constituintes, forem formadas por células. Com base nos estudos de Lamarck, foi estabelecida a teoria celular proposta pelos naturalistas alemães, Matthias Jakob Schleiden (1804 – 1881) e Theodor Schwann (1810 – 1882), estabelecendo que a célula é a unidade estrutural e funcional de todos os seres vivos.

O corpo humano tem cerca de 100 trilhões de células e a cada 24 horas, 1% destas células se renovam e se multiplicam..
Nas células se desenvolvem inúmeras reações químicas, chamadas de metabolismo, proporcionadas por catalisadores protéicos, que são as enzimas.
Na célula encontramos o Citoplasma e o Núcleo.
No Citoplasma
Encontramos os componentes químicos, água, sais minerais e o ácido RNA.
No Núcleo
Encontramos 23 pares de cromossomos.

Mas o que são cromossomos?
Os cromossomo são filamentos finos e longos,.que apresentam grande complexidade estrutural na sua composição química, por ser constituído por diversos tipos de proteínas básicas denominadas histonas e um grupo de ácidos.
As pesquisas sobre a constituição química dos cromossomos levaram a descoberta das estruturas das moléculas do Desoxirribonucléico Acido (DNA) e Ribonucléico Acido (RNA) pelo cientista Miescher, em 1869 em experiências com pus, e ovários de salmão, mas foi o biólogo alemão Robert Feulgem que obteve a primeira visão microscópica do DNA e RNA, em 1924, acontecimento que foi um marco na biologia, considerado como a inauguração da genética molecular.

Estudos nas pesquisas dos genes por volta de 1953,
descobriram que eles eram formados pelo ácido desoxirribonucléico, DNA, é a informação genética que especifica a estrutura das proteínas, é codificada numa seqüência linear, com bases nos nucleotídeos, contidos na estrutura helicoidal, da fibra dupla do DNA
Todas as células de um organismo vivo possuem o mesmo número de cromossomos, mas este número varia de espécie para espécie. Cada célula humana possui 23 pares de cromossomos. No par, uma linha é herança do pai e a outra, da mãe.

A duplicação dos cromossomos se dá na interfase entre duas sínteses.
O sistema celular funciona em ciclos de 20 a 24 horas, com intervalos entre eles assim descrito:
Intervalo G1 de 5 a 7 horas (segue)  Síntese do cromossomo (S) de 7 a 10 horas (segue)  intervalo G2 de 4 a 5 horas (segue)  divisão (mitose) do cromossomo, interfase de 00:40h a 1 hora  volta ao intervalo G1, fechando o ciclo.
Toda vez que uma célula se reproduz, ela duplica seus cromossomos e se divide. A célula-filha é idêntica à célula-mãe.
Os cromossomos são as estruturas que carregam o DNA e RNA da pessoa.

Mas o que são DNA e RNA?
Nucleotídeos, Adenina, Timina, Citosina e Guanina (A, T, C e G), são formados por bases nitrogenadas, pentoses e grupos fosfatos.
Cada três nucleotídeos…formam, um Códon diferente.
Um códon…constitui…um Aminoácido.
Os aminoácidos…formam…uma Proteína.
Os diferentes códons são responsáveis pelo tipo, o número e as seqüências dos aminoácidos na construção das proteínas.
A molécula do DNA é formada por duas cadeias de nucleotídeos com aspecto helicoidal, em torno de um mesmo eixo, sendo que em cada uma delas há uma sucessão de açúcar intercalada com ácido fosfórico, mantendo unidas e paralelas através de ligações entre suas bases nitrogenadas, contém, codificadas, todas as informações genéticas necessárias para o funcionamento da célula e seu desenvolvimento no tempo.
Cada indivíduo tem uma seqüência específica, como uma impressão digital biológica.

A Molécula do RNA é formado por uma única cadeia de nucleotídeos Adenina, Guanina, Citosina e Uracila (A, G, C e U).
Na síntese de RNA, a molécula de DNA abre-se em um determinado ponto. Nucleotídeos livres na célula vão se agrupando no espaço aberto para formar a molécula do RNA. O DNA, que ao mesmo tempo, serviu de molde reconstitui a molécula original.
O mRNA (Mensageiro): Transporta as informações do código genético na forma de diferentes códons que vão determinar o tipo, o número e as seqüências dos aminoácidos na constituição das proteínas.

Como Existem 4 bases Adenina, Citosina, Timina, Guanina (A, C, T e G), que numa combinação dão 4 x 4 x 4 = 64 diferentes combinações de grupos com 3 bases cada, formando os 64 códons, um códon de iniciação, três códons de parada, para os demais (59), existem códons que têm as mesmas leituras comuns podendo haver até 6 combinações de códons para um mesmo aminoácido, o que limita o número total de 20 aminoácidos, para formar todas as proteínas conhecidas.

Assuntos para reflexões:
Dos 23 pares de cromossomos da espécie humana, 22 pares são iguais no homem e na mulher, mas o outro par restante (portanto 2 cromossomos), pode existir dois cromossomos chamados sexuais, denominados X (sexo feminino) ou um cromossomo Y (sexo masculino) e se o embrião tiver a constituição XY será homem e se tiver a constituição XX será mulher.

1 – Síndrome de Turner (William Turner -1832 – 1916), anatomista inglês.. Essa síndrome aparece quando na fecundação não houve união com o Y só existe o “X”, o fenótipo é feminino..
2 – Síndrome de Klinefelter (Harry Fitch Klinefelter -1912 – ) médico norte americano. Essa síndrome, aparece um X a mais, na fecundação ficando “XXY”, o fenótipo é masculino.
3 – Síndrome da super Fêmea. Essa síndrome, aparece somente X na fecundação, ficando “XXX”, o fenótipo é feminino.
4 – Síndrome do Hemafroditismo. Essa síndrome, aparece um Y a mais na fecundação, ficando “XYY”, o fenótipo pode ser masculino ou feminino.
Cada uma dessas probabilidades acarreta uma composição de hormônios, de proporções variadas de Progesterona ou Testosterona, sem levar em conta o tipo físico.
Um fenótipo feminino, poderá ter uma Gônada masculina produzindo hormônio Testosterona, suficiente para caracterizar sua psicosexualidade como “masculina”, necessitando “involuntariamente”, buscar esse equilíbrio no hormônio Estrógeno (da mulher).
Um fenótipo masculino, poderá ter uma Gônada feminina, produzindo hormônio Estrógeno, suficiente para caracterizar sua psicosexualidade como “feminino” necessitando “involuntariamente”, buscar esse equilíbrio no hormônioTestosterona (do homem).
Daí serem homossexuais.

Devo lembrar que as probabilidades, são científicas nestas explanações, constituindo fatores primordiais para a presença de homossexuais no nosso planeta. Não adianta fazer julgamento sem conhecimento, nem rotular qualquer conceito empírico, conheça as análises da ciência que é o caminho certo.
Aprenda a analisar todos os fenômenos da natureza, com consciência, sem medo de pensar e das falácias dos incautos. Antes de fazer qualquer julgamento, saiba que esses fenômenos, fazem parte das probabilidades sistemáticas, que mantém o nosso Universo em harmonia. Existem entre todos os animais vivos, fazem parte do “Jogo Biológico” da Natureza.
Hoje pode-se falar em código molecular da memória, graças às pesquisas dos bioquímicos, que revelaram as importâncias do DNA e RNA, onde estes dois ácidos marcariam as células nervosas e constituiriam o marco responsável pela evolução humana.
Os destinos, morfológico e estrutural do organismo, se acham determinados e codificados no DNA, cujos conhecimentos, formam a senha que dá acesso às informações genéticas das características dos seres vivos, dos mais simples aos mais complexos.

Salvador 21 de janeiro de 2007
Charrir Kessin de Sales – OJÉNNA

Editado por – Charrir em 21 Maio 2007 23:50:13

Este post foi lido 338 vez(es).

Este post foi lido 338 vez(es).