Coisas de Advogados da Sbórnia

Coisas de Advogados da Sbórnia

A procuradora-geral Leuqar Egdod, da República Sborniana, negou o pedido inusitado, dos Advogados de defesa do importante senhor sborniano, Leddeg Arieiv Amil,  para ter acesso ao número do telefone que fez denúncia e permitiu que a Polícia Federal Sborniana chegasse ao apartamento usado, para estocar o valor de R$ 51 milhões de propina, em dinheiro sborniano vivo.

Entendeu a ilustre procuradora, Leuqar Egdod, que a decisão não deve se resumir apenas na recusa à solicitação feita pelos advogados de Leddeg. Precisa ir além disso! Cabe a PGR, encaminhar a resposta,  questionando os advogados de defesa, quais os motivos que levaram ao tal pedido?

Eis a respostas dos advogados

Os advogados alegaram que nosso cliente é inocente que o informante vai ter que esclarecer, quem realmente colocou aquele dinheiro lá, a data e o endereço do verdadeiro dono do dinheiro, sob pena de ser condenado por sonegação de informações e por caluniar um político integro de caráter sem jaça, que nós comprovaremos na justiça, para que a sociedade compreenda, que seria uma injustiça, o que estão querendo cometer, com nosso ilustre cliente, Leddeg Arieiv Amil, que tem uma história política que dignifica a democracia sborniana.

Felizmente isto não acontece no Brasil, pois temos uma OAB atenta, que monitora todos os advogados do Brasil para não mentirem e nem cometerem tamanhos absurdos.

Salvador 15 de novembro de 2017

Charrir Kessin de Sales – OJÉNNA

 

Este post foi lido 341 vez(es).

Este post foi lido 341 vez(es).