Código Quântico das 10 Instâncias

Parte do 4o. Livro do capítulo Gênese do meu Livro
“A Bíblia na Ótica Quântica”

Código Quântico das 10 Instâncias

* LOCEAVOICO – L (luxúria) – O (ódio) – C (cobiça) –
E (egoísmo) – A (apego) – V (vício) – O (orgulho) –
I (inveja) – C (ciúme) – O (obsessão)
Nota: Corresponde aos 10 mandamentos na Bíblia Cristã.

1ª. – Instância da Luxúria
Não viverás na Luxúria, pois a luxúria deteriora os
gens de expressões, com Energia de Agir, anulando o
sentimento empático do amor nos nossos
relacionamentos.

2ª. – Instancia do Ódio
Não odiarás ninguém, pois o ódio é um veneno que
você toma e fica esperando que a pessoa odiada,
venha sofrer as consequências que o veneno produz.

3ª. – Instância da Cobiça
Não cobiçarás as coisas de outrem, pois a cobiça
altera o gens de expressões, gerando Energia de Agir
do desânimo, da preguiça e da incompetência.

4ª. – Instância do Egoísmo
Não serás egoísta, pois o egoísmo adultera os
parâmetros trocando a qualidade pela quantidade
sem limitação.

5ª. – Instância do Apego
Não apegarás a nada, pois nada te pertences, o que
tens, tu conquistaste para usufruir, quando nasceste
nada trouxeste e quando morreres, nada levarás.

6ª. – Instância do Vício
Não terás nenhum vício, pois o vício degenera os
gens de expressões, gerando Energia de Agir nos
neurônios, que te levas para a auto destruição.

7ª. – Instância do Orgulho
Não te orgulharás de nada, pois o orgulho te torna
pseudo poderoso, sem a estrutura e o respaldo para
assumir o que pensa que és.

8ª. – Instância da Inveja
Não invejarás outrem, pois a inveja te torna um
vencido, sem a Energia de Agir, o que te inibe de
lutar por ti só, até mesmo, para obter o alimento que
te sustentarás.

9ª. – Instância do Ciúme
Não terás ciúme de nada, pois o ciúme te torna refém
do objeto que te provoca, inibindo a Energia de Agir,
que te dá a força para viver.

10ª. – Instância da Obsessão
Não terá obsessão, pois a obsessão agiganta o
gens de expressão, gerando Energia de Agir, que
irá te transformar num gigante na busca do objeto
da obsessão, sem estrutura para consegui-la.

Salvador 27 de agosto de 2014

Charrir Kessin de Sales – OJÉNNA

Este post foi lido 306 vez(es).

Este post foi lido 306 vez(es).